Siga o Blog, nas redes sociais

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

OMG, quanta verdade nesse texto! :O


Nós brincamos demais, bebemos demais, amamos demais, queremos dirigir rápido demais, não obedecemos as placas de civilização, não estamos nem aí para o sistema, lemos pouco, assistimos muita merda na tv que nunca nos ensina nada, estudamos pouco, não vivemos, mas sim sobrevivemos, rezamos pouco e gostamos de coca-cola. Nós odiamos e amamos numa só melodia. Conseguimos criar o avião e não conseguimos criar coragem para pedir desculpa. Escrevemos e não aprendemos. Lemos e não entendemos. Sabemos atrasar, mas não sabemos esperar. Poluímos o ar e estamos fazendo quase a mesma coisa com o coração e a alma. Planejamos muito e realizamos pouco. Prometemos e não cumprimos. Amamos e esperamos que esse amor seja recíproco. Somos amigos pela tela do computador e desconhecidos nas ruas. Escutamos músicas internacionais e não entendemos nada. Queremos dizer que amamos, mas tudo que conseguimos dizer é bom dia. Estamos acabando com a água do planeta, mas não fazemos nada para detonar a corrupção. Estamos derrubamos árvores, mas nunca derrubamos nosso preconceito. Também vivemos o momento da atualidade, usamos computadores e cada dia diminuímos a nossa capacidade de pensar, aumentamos nossa capacidade de escolher e armazenar; então te convido a fazer uma escolha muito importante para sua vida, te convido a ir nos seus documentos e excluir tudo de ruim: a inveja, a mentira, o ódio, a gula, a usura, etc… te convido também a fazer novos downloads e armazenar coisas boas: fazer o bem, falar a verdade, excluir seu preconceito, amar com o coração, pedir desculpa, aceitar desculpas, falar obrigado, ajudar um casal de velhinhos a atravessar a rua, agradecer a Deus, xingar menos, ler com mais atenção, olhar as coisas com olhos cheios de bondade e isento de lágrimas, deitar e agradecer por mais um dia, jogar dentro das regras, colocar as coisas de volta onde achou, tirar uma soneca a tarde, se apaixonar porém não achar que essa paixão é a sua vida, amar a demonstrar. Mas te convido principalmente a refletir sobre o que você está lendo. ( Ou acabou de ler).