Siga o Blog, nas redes sociais

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Resenha do Livro “TREVAS” de J. Modesto



O livro Trevas começa a descrever Cardeal Giglio caminhando pelo Vaticano até quando é chamado para conversar com o Papa que irá mandá-lo para uma missão no Brasil. A missão em si é preparar a recepção para receber o Santo Papa no país.
Com isso além de preparar a recepção o Cardeal em conjunto com um vampiro chamado Jean terão que destruir um ser maligno (lobisomem) antes da chegada do Papa. Ao mesmo tempo em que está acontecendo essa história se parado por capítulos o autor conta as histórias de outros personagens (tanto os principais quanto os secundários) enriquecendo com informações que de certa forma se intercala uma com a outra. Começa a contar sobre outro “herói” da história que ao decorrer ele e o vampiro irão se ajudar para tentar destruir a besta.
O nome dele é Paulo que desde adulto (ou adolescente) tenta vingar a morte de seus pais e da sua irmã recém-nascida que morreram quando ele ainda era criança a mando do Samuel Macuco. Para que pudesse se vingar se vestia com uma roupa preta e de mascara se apelidando de “Nunchaku Vingador” que começa a prejudicar os negócios de Samuel Macuco um dos maiores traficantes do Brasil até tentar destruí-lo de vez.
A história também tem dois policiais chamados de Roberto e Ramirez que irão investigar os incidentes ocorridos que tem envolvimento dos outros personagens mencionados anteriormente (Vampiro, Paulo e os homens de Macuco) na cidade de São Paulo conseguindo até se encontrar com Jean (vampiro).
Com isso não podemos de nós se esquecer de Maria uma jovem católica que ajudava na igreja tendo um bom coração e uma fé inabalável que mais tarde iria ser precisa na luta contra o monstro. O mostro em si é o Deputado Federal Fernando Costa principal responsável pela Comissão que investiga o narcotráfico de drogas do país um homem que embora lutasse contra os principais traficantes do Brasil também carregava um mostro dentro de si.
Embora aparente ser uma pessoa boa ele também tinha suas segundas intenções uma era fazer um bom trabalho contra o trafego de drogas e outra eliminar outros candidatos que tentasse chegar na presidência do país para que assim pudesse ser Presidente na nação.
As histórias vão acontecendo de forma simultânea contada pelo narrador que vai descrevendo as cenas e como são seus personagens como essa de Maria quando Paulo vê ela pela primeira vez: “... Usava jens e camisa branca de algodão com alguma coisa estampada na frente, Paulo não conseguiu identificar...”(pagina 14).
Sendo assim a história se passa na maioria das vezes na cidade de São Paulo tendo também alguns acontecimentos ou histórias relembradas pelos personagens (como Brasília, Rio de Janeiro, Vaticano).  

terça-feira, 17 de abril de 2018

Olá Mulher

A imagem pode conter: texto

Com esse olhar que me fascina,
Me faz escrever assim admirada mente,
Como na poesia você me encanta.

Inspirações do meu viver,
Olhar que me faz inspirar,
Quero junto estar e não apenas escrever,

Moças vocês são belas como a luz do dia,
Vocês são inspirações para nós Poetas ,
Como uma rosa tem seu encanto você tem o encanto de me conquistar,

Pelo jeito,
Pela simplicidade,
Pela forma que ver a vida (ou vive),

Deus já sabia que nós homens precisaríamos de vocês para nós ensinar a amar,
A viver mais tranquilo e não apenas pensar em ser melhor que alguém, mas ser melhor pra nós mesmos.

Gostaria de agradecer, pois sem vocês hoje eu não seria um "poeta" ou alguém que acredita no amor.
Todas as mulheres têm seu encanto,
Seu jeito lindo de viver ,

Como a luz do sol encanta a todos durante o dia a luz do luar nós encanta durante a noite,
Já vocês mulheres nós encanta dos os dias com seus belos sorrisos.
Feliz Dia Internacional das Mulheres.
Escrito por Nan Ozorio (O Poeta da Madrugada ).

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Hoje Cazuza completaria 60 anos de vida

Para homenagear esse grande Poeta do Rock Nacional brasileiro nós postamos um vídeo de uma das suas músicas de grande sucesso.
 Letra da música:

Brasil

Cazuza
  
Não me convidaram
Pra esta festa pobre
Que os homens armaram
Pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer

Não me ofereceram
Nem um cigarro
Fiquei na porta
Estacionando os carros
Não me elegeram
Chefe de nada
O meu cartão de crédito
É uma navalha

Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Não me convidaram
Pra essa festa pobre
Que os homens armaram
Pra me convencer
A pagar sem ver
Toda essa droga
Que já vem malhada
Antes de eu nascer

Não me sortearam
A garota do Fantástico
Não me subornaram
Será que é o meu fim?
Ver TV a cores
Na taba de um índio
Programada
Prá só dizer "sim, sim"

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Grande pátria
Desimportante
Em nenhum instante
Eu vou te trair
Não, não vou te trair

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Brasil!
Mostra a tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim

Confia em mim
Brasil!

quarta-feira, 28 de março de 2018

Correr


5 km, 10 km, 15 km, 20 km, 42 km,
Não importa a velocidade ou a distância, mas o mais longe que conseguir. 
Ganhar é bom, mas se superar é muito melhor, pois ao ver que seu corpo é capaz de ir mais longe que se imagina podemos nos superar cada vez mais. 
Não é sempre que conseguimos conquistar tais objetivos mais ai que vem a graça, pois quando está fácil de mais porque algo está errado (em alguns casos) e são nessas horas que buscamos inovar, novos tipos de treinos e alguns casos até alimentação. 
Acredito que o importante não é ganhar, mas se superar embora ganhar seja ótimo não são para todos ter tempo para se dedicar todos os dias, deixar de ir em festas, ir num churrasco, sair com os amigos para comer um lanche, deixar de beber umas cervejas com o pessoal do trabalho para acordar cedo num domingo e correr. 
Admiro muito esses atletas que se dedicam constantemente, treinam pesado todos os dias para competir em diversas corridas, pois precisa de muito treino, dedicação e preparo para fazer um tempo bom sabendo que lá vão encontrar outros atletas que treinam tanto quanto eles ou até mais.
Pra nós que corremos por amor buscando se superar a si mesmo com certeza é um dos melhores esportes que existe para esse objetivo, pois além de ser bom pra saúde ajuda a eliminar aquelas gordurinhas indesejáveis. 
Eu mesmo faz um ano que comecei a correr além de Poeta agora sou mais um amante de corrida ou como eu gosto de me chamar "Poeta Corredor" mesmo que não tenho características físicas de um atleta nas horas vagas treino um pouco e até acabo participando de algumas corridas que tem aqui na região de Ribeirão Preto -SP onde moro (Monte Azul Paulista- SP). 
Por experiência própria me sinto melhor depois que comecei a correr além de me dar um novo sentido pra viver sempre gostei de praticar esportes na escola (como futebol, handebol, Capoeira) e como aqui não tem muito incetivo ao esporte(principalmente quando terminei os estudos) meu amigo me convidou para correr com um grupo daqui da cidade (Santé run)que acabei aceitando. Mesmo que tenha começado a pouco tempo sempre me cobro para me superar ficando chateado por não conseguir bater algumas metas, mas sempre estudando e buscando encontrar formas para ir além, pois acredito que posso ser melhor que fui ontem então vou tentando na medida do possível essas metas. Além disso acabei adotando um novo estilo de vida buscando comer coisas mais saudáveis, pois estava comendo muitas porcarias que no futuro poderiam prejudicar minha saúde e trazendo vários tipos de doenças.
De fato posso concluir que correr é um esporte que precisa de tempo e dedicação sendo um ótimo esporte, pois por experiência própria conheci vários amantes de corridas nas provas que participei que me invetiva a treinar cada vez mais. Além de ser um estilo de vida mais saudável ajudando até mesmo a sair do sedentarismo e perder aqueles Kg a mais. As vezes acabo perdendo uma balada outra, mas pra mim vale a pena, pois nem sempre numa balada temos chances de fazer amigos e como gosto de competição então não sou muito baladeiro (rsrsrsrsrsrs, risadas), mas como mais um amante de esporte termino meu pequeno texto com a seguinte frase "Ganhar é bom, mas se superar é muito melhor". 
A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e atividades ao ar livre
Olha eu na primeira corrida desse ano.

terça-feira, 20 de março de 2018

Um pouco sobre o Livro Trevas do escritor e parceiro do Blog J Modesto

Autor se inspira em cinema e super-heróis para escrever terror.


Trevas mistura realidade e ficção e resgata o mito do vampiro.

O livro Trevas narra a história de um embate de forças antagônicas e se destaca pelo modo como essa luta é feita. Os personagens se unem para enfrentar um mal maior e o texto é trabalhado em um formato para parecer que o leitor está assistindo a um filme.

Escrita por J Modesto e publicada pela Giz Editorial, a obra foi lançada em 2006 e registrou sucesso de vendas no lançamento.

Sinopse: O Sol ardente contribuía para irradiar a luz própria das igrejas da Cidade do Vaticano. Cenário ideal para uma misteriosa conversa entre o Cardeal Giglio e Sua Santidade, o Papa. Diante de um secreto dossiê, o Papa dá carta branca ao cardeal, para combater o Mal com o Mal. Perante tal contexto, não se iluda o leitor que está diante de uma mera ficção religiosa. O autor, J. Modesto reuniu neste livro suas diversas cenas de terror e suspense, e que, de forma inteligente contextualizou-as no submundo do tráfico de entorpecentes de São Paulo e Rio de Janeiro. Lugar no qual o bem e o mal, o certo e o errado, confrontam-se diariamente, mas do que se possa imaginar. Com esta mistura engenhosa de realidade e ficção, o leitor se depara frequentemente com a dúvida do que é ou não real.

Para escrever Trevas O autor se inspirou em suas experiências e também realizou pesquisas para construir esse livro. Para o autor este livro traz muito de sua essência e de seu gosto por HQs, histórias policiais e de terror.

Nessa história Modesto passa a mensagem de que a vingança contra algo ou alguém pode existir, mas que isso trará consequências. Uma trama que prende

o leitor do início ao fim e possui personagens bem construídos e que instigam a vontade de ler.


SERVIÇO Livro: Trevas
 Autor: J Modesto 
Editora: Giz Editorial
 Gênero: 
Terror Ano: 2006
 ISBN: 8599822241 
Encadernação: brochura 
Páginas: 288 
Preço médio: R$ 30,00

quarta-feira, 14 de março de 2018

quarta-feira, 7 de março de 2018

MULHER MENINA!


Moacir Silva Papacosta
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas
Menina que me encanta,
Mulher que me fascina,
Gata manhosa que me arranha,
Corpo perfeito... Pura adrenalina!

A cada dia te desejo mais,
A cada instante me faz perder a paz,
A cada beijo e abraço que trocamos,
A cada sonho que juntos sonhamos,
Faz-me querer-te mais e mais...

E esse brilho em seu lindo olhar,
Esse jeito de me dominar,
Faz de ti...
Menina mulher "sonhadora"...
Mulher menina "conquistadora"...
Faz-me bem...
Tira meus pés do chão...
Faz-me ver o mundo mais colorido,
Dá à minha vida maior sentido...
Faz acelerar o meu coração...
Faz tudo para me ver feliz
Faz-me voar...
Perder a razão...

É uma criança por fora
Mas por dentro um amor de mulher,
Mulher que me enfeitiça,
Que me atiça,
que meu astral levanta,
Que meus sonhos realizam...
Tu me conquistaste,
Dominaste-me
Prendeste-me,
E hoje por mais que eu queira não consigo ficar sem ti...
Agora sou só teu, somente teu e de mais ninguém!

segunda-feira, 5 de março de 2018

O Blog acaba de fechar uma nova Parceria com o Escrito J. Modesto

A imagem pode conter: 1 pessoa

Olá amigos e amigas da Literatura venho através dessa postagem contar sobre nossa nova parceria que estará com nós esse ano o escritor J. Modesto. 

Sobre o autor: J. Modesto é paulistano, nascido em 1966 e formado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo. Publicou o primeiro livro, Trevas, em 2006. Já em 2008, participou da antologia Amor Vampiro, junto com outros seis autores. Por conta desta obra ganhou o prêmio Codex de Ouro de melhor antologia em conjunto com os contos Amante Notívago e O Anjo e a Vampira. No mesmo ano lançou Anhangá – A Fúria do Demônio, que foi destaque na Bienal do Livro. Em 2011 o autor participou da coletânea Anjos Rebeldes e em 2012 da coletânea O Livro do Medo. As obras mais recentes do autor são Vampiro de Schopenhauer (2012), Joelma - Antes da escuridão (2014) e Vampiresa (2017). Modesto é fascinado pelos gêneros de terror e suspense, tem entre seus ídolos H.P. Lovecraft, Stephen King, Mary Shelley, Anne Rice e Edgar Allan Poe. Ele também histórias em quadrinhos, cinema e literatura fantástica, vem se tornando um ícone do gênero literário nacional. Em conjunto com outros autores fundou o site Fontes da Ficção. Site: jmodesto.com.br


Suas Obras:





sexta-feira, 2 de março de 2018

Não é por que não consegui algo que não seja bom





Quantas vezes nós tentamos conquistar algo e não conseguimos? Eu por exemplo não consegui uma vaga de emprego, mas a vida tem que seguir. Estou chateado? Com certeza, pois era um dos meus objetivos, mas tenho que reconhecer que havia pessoas muito melhor que eu para aquela vaga de emprego.
Por causa disso vou desistir dos meus sonhos? Claro que não. Como se diz “O show tem que continuar”, não vou fazer drama e chorar pelos cantos (embora esteja magoado), mas levar como aprendizado buscando amadurecer com cada experiência (mesmo que seja negativo) adquirida.
Não é por que não conseguimos algo que somos fracos ou ruins, mas temos que levar em conta em alguns casos como esse, por exemplo, haviam pessoas melhores que tinham experiência , que estudaram e um pouco de sorte. Só somos fracos ou ruins quando deixamos de tentar só porque fomos rejeitados ou não ter alcançado um resultado que dava a oportunidade de tal objetivo.
Como, por exemplo, a Seleção Brasileira de Futebol em 1998 na Copa do Mundo na França que acabou ficando Vice-campeã perdendo na final para França por 3 à 0, mas quatro anos depois na Copa do Mundo em 2002 com um elenco um pouco renovado e tendo alguns jogadores que jogaram na Copa anterior o Brasil acabou conseguindo o tão sonhado Pentacampeonato.
 Isso é um dos vários outros exemplos de casos que não é porque não conseguimos algo que somos ruins, pois todos têm sonhos, metas e objetivos, mas nem sempre conseguimos (infelizmente).
Com tudo meu caro leitor (ar) só somos fracos ou ruins quando deixamos de tentar por causa de alguma dificuldade que aparece na nossa frente é nessas horas que devemos levantar a cabeça tentar uma, duas, três quantas vezes for possível e nunca desistir provando a si mesmo que é capaz (eu acredito em você).

Respirar novos ares



Quando eu era criança meus professores, familiares e amigos me perguntavam “O que você quer ser quando crescer?”. De fato essa pergunta foi e ainda é muito questionado por mim, mas na época de criança sonhava em ser policial.
Com o passar dos anos fui buscando amadurecer nisso percebi que meu sonho havia mudado por ter tido bons professores que acreditaram em mim numa época em que tinha muita dificuldade no aprendizado resolvi ser Professor.
Assim já tendo uma ideia do que gostaria de ser fui estudando até prestar o vestibular para enfim buscar a realização do meu sonho. Mesmo sabendo das dificuldades de ser professor no Brasil (trabalhar muito, ganhar pouco e etc.) me arrisquei começando assim minha graduação em Letras- Inglês.
Depois de 3 anos consegui me formar em fim sou Professor, mas ai vieram as dificuldades não abriam processo seletivo, algumas escolas particulares pediam experiência. Então se passaram 3 anos que me formei ainda não havia dado aulas e por coincidência cansado do meu trabalho, pois não havia oportunidade  de crescimento pensei “Porque não respirar novos ares?”, tentar algo novo.
Quando se acredita que pode crescer e ajudar uma empresa com mais chances de crescimento profissional e pessoal às vezes se arriscar vale a pena, como se dizia o Poeta Português Fernando Pessoa “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, não é porque um sonho não deu certo que vou deixar de acreditar em mim e não tentar algo novo.
São nessas horas que podemos mostrar para nós mesmo que somos capazes de nós superar como na época da escola quando eu tinha minhas dificuldades ouve alguns que via potencial em mim e me ajudaram a superar as barreiras que existiam ali.
Como se diz “Deus fecha uma porta e abre outras duas, três”. Só basta nós escolhermos qual caminho seguir no meu caso resolvi tentar algo novo como o próprio titula do texto diz “Respirar novos ares”. Por que não arriscar? Espero que consigo (Infelizmente não consegui),mas se não conseguir é levantar a cabeça  levar como um aprendizado, mas quando aparecer uma nova oportunidade por que não tentar novamente ?


Escrito por Alex Lopes Ozorio