Siga o Blog, nas redes sociais

terça-feira, 26 de março de 2013

Não sou nada

Não sou nada 
Sou apenas um poeta da madrugada 
Que escreve quase todos os dias.
E ainda fica escutando MPB, grandes 
Musicas de Chico Buarque , Caetano Veloso,
Tom Jobim e entre outros grandes músicos.
Como dizia Oscar Niemeyer , "A vida é um sobro".
E realmente ele tem razão pois, quando morremos 
nós não levamos nada.
Não sou nada , pois a cada dia que passa tem novos 
obstáculos, desafios e tenho que ficar atento.
Não sou um super herói, mas se fosse gostaria de 
salvar o mundo e ser lembrado como um homem 
Que tentou melhorar o mundo.
Mas não sou nada sou apenas um homem 
Que mostra sua paixão pela escrita e através
de seus poemas fala algumas coisas.
Na realidade  sou um nada para as pessoas 
que não me conhece ou que não gostam de mim.
Mas para os outros sou este Poeta da Madrugada, que 
vive escrevendo estes poemas e texto e enriquecendo 
mais a Literatura  Brasileira. 

Escrito por Alex Lopes Ozorio, este poeta da madrugada