Siga o Blog, nas redes sociais

quarta-feira, 3 de abril de 2013

A madrugada


Me ensinou

A sentir o sentido

Da vida.

A escrever, refletir

Sobre a vida.

A ver coisas que

Pessoas normais

Não consegue ver.

Sou o poeta da madrugada,

Que consegue

Ter inspiração

De madrugada.

Gosto de ler,

Escrever, de madrugada,

Pois assim que

Se caracteriza

O poeta da

Madrugada.

Escrito por Alex Lopes Ozorio