Siga o Blog, nas redes sociais

sábado, 13 de outubro de 2012

Eu escrevo porque gosto, não porque sei

Penso, escrevo, existo, insisto
Sinta...
Por que a vida é tão extinta?
tão dura e tão boa
magoa, injoa
Se veste de preto
de branco
Tem encanto, depois não tem mais
Sacia, dá fome
Feliz? não se engane.
Problema, dilema
e com a cruz rasteja
se lembra?
Suma, se esconde
Me leva pra longe,
me prende, me mata
Mas nunca me chame de ingrata.

Taís Sacchi