Siga o Blog, nas redes sociais

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Escrivaninha da Anne Frank com seu famoso Diário vermelho.



A casa onde a menina de 13 anos Anne Frank ficou escondida e escreveu seu famoso diário durante a ocupação nazista na Holanda é hoje um museu. O imóvel do ano de 1635 recebe cerca de 900 mil visitantes por ano. A emoção toma conta do passeio, que mostra quadros e histórias descritas no diário, além de contar a história do Holocausto. Ao entrar no porão onde duas famílias viveram por dois anos, é possível ver parte das marcas desse período, como as anotações do crescimento de Anne e sua irmã Margot feitas na parede por seus pais.

Se apenas olhar para essa escrivaninha já é uma viagem na imaginaçao sobre tudo que ela escreveu e vivenciou, imagine conhecer a casa inteira.