Siga o Blog, nas redes sociais

terça-feira, 9 de abril de 2013

Aprendi


"Aprendi outro dia que perdoar é a junção de “PER” com “DOAR”. Doar é muito mais do que dar.
Doar é a entrega total ao outro. Etimológicamente falando, o prefixo “PER” tem várias acepções, indica movimento no sentido “DE” ou em “DIREÇÃO” a, ou “ATRAVÉS” ou “PARA”.

Portanto, perdoar, quer dizer doar amor ao ofensor e que ele, arrependido pela ofensa possa também amar, possa doar-se. Não apenas quem perdoa é que se “doa através do outro”.

O outro também se livra de uma culpa a mais. Perdoar implica abrir possibilidades de amor para quem foi perdoado, através da doação de amor por quem foi agravado. Perdoar é a única forma de facilitar a si e ao outro, a própria salvação. Doar é mais do que dar: é uma entrega total.

Perdoar é doar o amor, é permitir que a pessoa objeto do perdão possa (também) devolver um amor que, até então, só negara."

Artur da Távola