Siga o Blog, nas redes sociais

sábado, 8 de dezembro de 2012

A inspiração vem de onde?

Quem nunca viu um sujeito um tanto quanto exótico e pensou “esse daí daria um bom personagem de ficção”? Algumas pessoas que andam nas ruas são tão excêntricas que parecem ter saído de historias de 
livros, e daquelas super elaboradas. Pois é, nem todos os personagens que lemos são tão fictícios assim. Muitos autores tiraram do cotidiano a inspiração para suas obras.

Confira a lista de alguns personagens fictícios da vida real:

Tintin – Hergé se inspirou num garoto dinamarquês de 15 anos, que viajou pelo mundo e documentou as viagens no livro “A volta ao mundo em 44 dias”.



Alice – Lewis Carrol era amigo da família de Alice Liddell, uma garota que, quando fez 10 anos, implorou por uma história e Carrol começou a dar vida à famosa Alice, inspirado na menina da vida real.



Moby Dick – A baleia criada por Herman Melville foi inspirada em uma personagem real: Mocha Dick, um cachalote albino que, no início do século XIX, frequentava as águas de Mocha, ao sul do Chile.



Molly Bloom – A infiel esposa de James Bloom, do livro Ulisses, de James Joyce, faz referência à obra “Odisseia”, de Homero, mas pode ter sido inspirada na própria esposa de Joyce, Nora Barnacle.



Sethe – Toni Morrison baseou a personagem Sethe, do seu livro “Amada”, em Margaret Garner, uma escrava que, em 1856, fugiu do cativeiro e foi para Ohio, onde a escravidão já tinha sido abolida.



Severo Snape – O severo professor de Harry Potter, criação de JK Rowling, foi inspirado em um professor de química, que lecionava na Escola Wyedean, perto Chepstow.



Carlo Marx, Old Bull Lee e Dean Moriarty – Ja é conhecido o fato de que Jack Kerouac se inspirou na própria vida com os amigos para escrever “On the Road”. Carlo Marx, Old Bull Lee e Dean Moriarty sao os nomes ficticios dos amigos Allen Ginsberg, William S. Burroughs e Neal Cassady.



Dill Harris – Harper Lee se inspirou na sua amizade com Trumam Capote para criar o personagem Dill Harris, do livro “To Kill a Mockingbird”.

Alex Lopes Ozorio , quando criou o Blog, se inspirou na sua escola Nena Giannasi Buck .