Siga o Blog, nas redes sociais

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

TODO MEU AMOR



Temos então, o teu medo e o meu terror
Na certeza de que por várias vezes
Já andamos de mãos dadas com a dor

Mas...Se ao menos tu soubesses
O que guardo em meus longos silêncios
Saberia o que retratam, minhas preces

Saberia que em tua linda suavidade
Sou bem mais que poema imperfeito
Sou rima, em doçura e intensidade

Sentiria minha inscrição em tua alma
Carinhos e desejos em profundidade
Meus segredos em tua suposta calma

Teria teu cheiro misturado ao meu perfume
Enlaçados em profunda e santa insanidade
Com todo o meu amor, dissipando teu ciúme.

Siomara Reis Teixeira