Siga o Blog, nas redes sociais

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A Bailarina


Imagino o céu, então danço.
Há expressões em meu rosto,
Divinamente, nunca me canso,
Sentimento bem posto.
você vem, me balanço..
Porque lembro dessa situação?
"De deleitar em teus braços,
e no compasso da dança, saio..
..do tom, da composição dos versos,
e num demasiado passo, desmaio.."
E caio em meio ao vão,
já nem sei o que esperar..
Levanto, mas volto ao chão,
E nos olhos da multidão..
..eu, ofuscada por tanto pensar..
Aplaudem aos berros e começam a chorar..
"Passei a emoção que queria passar,
E de ti então me esqueço,
antes mesmo de me levantar."

Flávio Cardoso