Siga o Blog, nas redes sociais

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Em busca de compreensão eu tive que abrir mão de alguns valores

Sensores naturais me mostravam um caminho, me indicava uma direção.
Eu caminhei sentido o tremor da minha estrada.
Na certeza de mais um dia, vencido e vivido.
Perdido andava, e andava perdido.
O que faltava, para entender meus sentidos?
Sentido estava, mas bastava ter entendido.
Do que faltava, pra suprir a falta do que eu não sei.
Tentando entender, procurei uma palavra que não existia para descrever tal sensação.
Emergi no fundo dos meus sentimentos heróicos para buscar forças para enfrentar meus sentidos.
Para chegar à conclusão que não existe compreensão se não existir alguém.

Hilton Vinhola