Siga o Blog, nas redes sociais

sábado, 3 de novembro de 2012

DESEJEI


Desejei em todos os meus dias, que falasses
que toda a fantasia transcenderia a covardia
implorei que compreendesses minhas faces
nestas fases polifásicas de tristeza e alegria

Desejei a mágica reciprocidade do amor
tatuada em nós, através da sincera cumplicidade
na mais bela e terna amizade, laureada com louvor
em uma história com cor e sabor de eternidade

Desejei que suprisse, os matizes da minha carência
fazendo da tua ausência, adendo p’ra dias felizes
com veemência, doasse-me sorrisos em excelência
e com paciência junto ao passado, curasse as cicatrizes

Desejei acreditar na possibilidade de amar a tua essência
implorei que a sina dos meus sonhos de menina, se fizesse
desejei que as rimas fossem verdades e não, fluência
mas os Deuses infelizmente, não ouviram as minhas preces.

©Siomara Reis Teixeira