Siga o Blog, nas redes sociais

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

As Férias do Poeta da Madrugada


31/08/2014

Olá, meu caro leitor que esta lendo esse poema,
Aqui é o Poeta da Madrugada,
Estou de férias,
De escrever poesias,
Minha inspiração acabou,
Preciso deixar minha inspiração aparecer novamente.

(03/09/2014)

Olho para um lado e pergunto cade você Poesia?
-Ela nada responde.
Olho para o outro lado e pergunto cade você Poesia?
- Ela nada responde.

Nisso fico assim, sem escrever nada,
Nisso fico assim, sem escrever uma poesia,
Nisso fico assim, sem escrever algo interessante.

Fico um dia sem escrever nada,
Fico uma semana sem escrever nada,
Fico duas, três semanas sem escrever nada,
Fico um mês sem escrever nada.

Estou de férias e nem sabia,
Nisso começo a ficar assustado,
Um mês e nada,
Tento fazer esse poema no dia 31/08/2014,
Estou no dia 04/09/2014 assim,
Tentando terminar esse poema.

Mas ao longo dos dias ela vai nascendo novamente,
E quando vejo,
Mais um poema feito.