Siga o Blog, nas redes sociais

terça-feira, 24 de junho de 2014

Olá antiga paixão

Então antiga paixão,
Me viu ontem,
Na festa,
Estou bem diferente,
Acho que iria te cumprimentar ?

Haja não sou do seu tipo,
Sou um Poeta agora,
E você pensando que não iria mais aparecer,
Eu mudei bastante, amadureci.

Posso te dizer que foi ótimo,
Poder olhar na sua cara e não sentir nada,
Você beijou meu amigo,
Eu ali fazendo poema pra outra mulher,
Na sua frente.

Esse nosso reencontro foi demais,
Um ex- apaixonado revendo sua antiga paixão,
Ainda não conversamos.

Também pra que ?
Não sou do seu tipo,
Sou O Poeta da Madrugada,
Você não faz mais parte da minha vida.

Ainda estou treinando,
Mas não é pra você,
Pode ficar tranquila,
Pra mim a fila anda também.

Estou parecendo Gregório de Matos,
Mas precisava escrever esse poema,
Pra falar que graças a ela aprendi a gostar de literatura,
E hoje sozinho dou vida as palavras.

Poeta da Madrugada