Siga o Blog, nas redes sociais

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Alemanha

A Alemanha é um dos países mais organizados do planeta, limpo e pontual, responsável e inteligente. E o melhor é que não faltam animação, belas paisagens, história e cultura. A Oktoberfest de Munique é uma verdadeira ode à cerveja e à vida, concertos de Bach e Beethoven exemplificam a genialidade humana, enquanto edificações como o castelo de Neuschwanstein, perto de Füssen, e a Catedral de Colônia mostram um pouco da história dessa nação que é um dos pilares da União Europeia. Ao mapear as cidades a serem visitadas, dá para escolher de tudo um pouco, das pequenas e encantadoras Rothenburg e Heidelberg a grandes metrópoles, como Berlim, que pulsam com uma vida cultural animada, baladas noturnas e lojas com produtos de design exclusivo. As chagas de duas guerras devastadoras e a separação entre os mundos capitalista e comunista ainda podem ser vistas por todo o país, especialmente em Dresden e Berlim, mas hoje os alemães miram o futuro sem deixar de preservar o passado. O sistema de transporte do país é impecável, com trens, bondes, estradas e aeroportos moderníssimos. A infraestrutura turística conta com hotéis e restaurantes bem cuidados e equipes treinadas com apuro. O inglês é tido como segundo idioma, o que facilita bem a vida dos turistas não versados na língua de Goethe. A Alemanha é um destino fácil e belo, seja acelerando nas pistas de uma autobahn ou navegando calmamente pelo Rio Reno. Então, em vez de usar o gigantesco aeroporto de Frankfurt apenas como sua porta de entrada para a Europa, utilize-o como o início de sua jornada por esse incrível país.

COMO CHEGAR

Voos diretos para a Europa saem de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Recife. Em geral, as tarifas aéreas são mais baratas entre novembro e março (exceto no fim do ano) e mais caras entre junho e setembro. Três cidades costumam receber a maior parte dos voos do Brasil: Frankurf e seu aeroporto gigante, de onde partem conexões para centenas de destinos do mundo, Munique, cujo aeroporto internacional é um dos mais modernos da Europa, e Berlim, que, a partir de 2012, concentrará todo o tráfego aéreo da região no Aeroporto Berlin Brandenburg, atualmente em expansão.