Siga o Blog, nas redes sociais

quinta-feira, 24 de março de 2016

“Amigos Anônimos”



Tem horas que me pergunto sobre meus amigos das redes sociais que muitas vezes você aceita em seu grupo de amigos, pois conhece de algum lugar ou por que realmente conversa com ele (a) pessoalmente ou também adiciona muitas vezes sem saber quem é a pessoa.


De fato não venho aqui escrever esse texto para dizer sobre os perigos da internet, mas sim para refletir sobre as pessoas que tem em nossa rede que nem sempre conversamos. Alguns dias comecei a pensar sobre isso e de fato fiquei desanimado.

Pelo simples fato de ver que alguns te adiciona e nem sempre puxa conversa contigo  parecendo “amigos anônimos” (realmente são) com isso vêm meu questionamento “ Porque adiciona a pessoa se nem conversa ?”, “só para saber da vida da pessoa ?” sendo que quando a pessoa posta algo na internet nem sempre ela mostra algo de sua vida, mas alguma frase ou vídeo que goste.

Demostrando outra realidade que nem sempre na vida pessoal seja desse modo (nem sempre é) e também sabemos que nem todos os problemas da pessoa irão ser postados em sua rede social. Acabando assim sendo aquele “amigo anônimo” que muitas vezes quando você está indo a caminho de algum lugar você acaba encontrando a pessoa e nem si quer cumprimenta na rua.

Para deixar ainda mais meu questionamento comprovado vi alguns “amigos” que me adicionaram e que eu adicionei sendo que já fazia alguns anos que tinha eles (as) na minha rede social como amigos fui puxar assunto com duas pessoas com isso percebi que de fato eles me adicionaram atoa, pois visualizaram minha mensagem e não responderam nada.

Com isso conclui que muitas vezes as pessoas aceitam ou adicionam uma pessoa por aceitar mesmo que não conhece e muitas vezes não conversa, pois não quer de fato ser amigo da pessoa. Em questão acredito que seja uma perda de tempo, pois se você adiciona a pessoa como “amigo” tem que haver no mínimo um pouco de amizade como um “Olá, tudo bem?”, pois esse é um dos objetivos de ter uma conta na rede social.

Escrito por Alex Lopes Ozorio, O Poeta da Madrugada