Siga o Blog, nas redes sociais

terça-feira, 26 de abril de 2016

Resenha do Livro Marianas : A Civilização dos sonhos – E. Chérri Filho



Editora: Giostri

Gênero: Romance nacional / Fantasia

“Marianas: a civilização dos sonhos” irá contar a história em terceira pessoa de um cientista chamado Jeremy apaixonado pela vida marítima desde sua infância que irá fazer uma nova pesquisa patrocinada pelo seu amigo e empresário Franchi.
Por causa dessa admiração pelos mistérios que podem estar escondidos debaixo do oceano Jeremy vai em busca de descobrir novas espécies nunca vistam antes pelo homem.  Entre essas possíveis espécies estão nada mais que as sereias que até nos dias de hoje mexe com a imaginação do ser humano reinando nas histórias infantis.
Com isso Jeremy parte com seu parco para um lugar nas redondezas das Ilhas Marianas passando dias no local pesquisando e fazendo alguns mergulhos para encontrar algo novo, nisso ele resolver ir mais fundo sendo muito perigoso para o ser humano.
Sendo assim em um dos seus mergulhos, ele acaba entrando em uma área muito perigosa sem o submarino acaba perdendo os sentidos, acordando algum tempo depois na civilização das sereias a tão sonhada busca havia sido encontrada. Lá ele descobre que foi salvo por uma sereia chamada Lícia, uma ariata azul e irmã de Gléssios, o líder da civilização secreta.
  Nisso Jeremy implora para que as sereias apresentem o reino e logo é bem recebido pelos povos ariatas azuis, como o reino tem como uma das suas regras a bondade ele é convidado a morar no reino. Mas os ariatas azuis possuem um reino inimigo os “ariatas vermelhos”, que há muito tempo se corromperam pelo egoísmo e a sede de poder, desfazendo-se e criando seu próprio reino.

Descobrindo que os ariatas azuis quebraram uma das regras antigas e importantes das civilizações secretas que é o salvamento de um ser humano, eles logo planejam um plano vingativo em prática. Esse plano em questão pode levar a uma guerra entre os dois reinos e colocando assim o risco a vida existente do planeta. 


Curta nossa página no Facebook: Blog, Amor à Literatura e à Educação