Siga o Blog, nas redes sociais

terça-feira, 31 de julho de 2012

Existem muitas lendas sobre o filósofo grego Diógenes (412–323 a.C)

Separamos algumas

Quando Filipe, rei da Macedônia invadiu a Grécia avaliando entre os prisioneiros aquele homem excêntrico, perguntou-lhe:


- Sabes quem sou? Ao que o filósofo respondeu:

- Um observador de tua ambição.

Impressionado, Filipe mandou soltá-lo.

----------------------------------------/------------------------------------
- Eu sou Alexandre, o Rei. Pede-me o que desejares. Ao que Diógenes responde com impaciência:

- Sai-te da frente do meu Sol.

Alexandre recriminou: “Não me temes?” E Diógenes acrescentou: “Sois o Bem ou o Mal? “Sou o Bem”, disse Alexandre. “E porque temeria o Bem?”, concluiu o filósofo.

Tamanha a admiração que Alexandre Magno se tomou por Diógenes que costumava afirmar que se não fosse Alexandre queria ser Diógenes.
-------------------------------------------/-------------------------------------
Certa vez, vendo um menino bebendo água na concha da mão quebrou a caneca afirmando... Um menino me deu uma lição de simplicidade.
------------------------------------------/-------------------------------------
Era notória a ironia como Diógenes criticava Platão e sua filosofia. Certa vez freqüentando um banquete que Platão oferecia, pisando nos ricos tapetes da residência de Platão afirmou com malícia:

- Piso no orgulho de Platão... Ao que Platão retribuiu:

- Com outra espécie de orgulho...